quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Mercado de TI em 2010 - artigo1

O mercado de trabalho de TI em 2010
Estima-se que os profissionais versáteis estarão definitivamente no mercado em 2010. São profissionais que têm muito conhecimento de tecnologia, conhecem a área de negócios a fundo, elaboram e executam planos de tecnologia alinhados estrategicamente com os negócios, e cultivam relações dentro e fora das empresas. Essa alteração no perfil é causada por mudanças no mundo dos negócios: comportamento do consumidor, aumento na quantidade de fusões e aquisições, terceirizações em alta, proliferação de dispositivos móveis e crescimento do volume de dados armazenados. Áreas como engenharia financeira, matemática, engenharia e tecnologia, e interfaceamento com o usuário vão passar a fazer parte das habilidades normais dos profissionais de TI. O desafio para os cursos na área de TI é imenso, e reconhece-se que não é possivel ter um curso que ofereça o perfil completo exigido pelo mercado.

Cada vez mais, será necessário que o profissional entenda o mercado de trabalho e sua evolução, e busque a complementação de conhecimento e habilidades por conta própria, fora da área de TI e em outros cursos. Habilidades artísticas, criatividade e capacidade de inovação estão entre elas. As dicas de áreas com potencial de sucesso são: liderança e gerência de projetos, reengenharia de processos de negócio, gerência de terceirização, planejamento e gerenciamento de segurança de TI, garantia de qualidade e continuidade do serviço, business intelligence incluindo datawarehousing e datamining associadas com técnicas de Inteligência Artificial.

As atividades relacionadas com programação rotineira, testes, manutenção de aplicações e suporte técnico vão estar em baixa, pois estão sendo terceirizadas ou automatizadas. (Computerworld, 12/09/2006; InformationWeek, 21/09/2006)

Informação é poder!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Dicas para utilizar o Windows7

7 dicas do Windows 7 que você precisa saber

Depois de 8 anos e muitas reclamações com o Vista, a Microsoft finalmente lançou um novo sistema operativo que parece interessante para as pessoas. O Windows 7 da Microsoft, que chegou nas prateleiras oficialmente na passada quinta-feira, promete uma suave experiência ao usuário, funcionalidade sensível ao toque e mais interativa ligação em rede com outros computadores.

"Achamos que é um produto muito mais superior do que o anterior sistema operativo da Microsoft," disse Vishal Dhar, co-fundador do iYogi, um companhia provedora de soluções tecnológicas. "Apresenta uma interface mais intuitiva."

Muito bem, mas será que é o que você está precisando? Qual versão do software é mais adequada às suas necessidades? Existirão truques especiais para instalar o Windows 7 e navegar nas suas ferramentas?

Será que o Windows 7 funcionará no meu computador antigo?

Talvez. Se no seu computador pode correr o Windows Vista, então provavelmente poderá correr o Windows 7. Verifique as especificações do seu computador: para instalar o Windows 7 você precisará de pelo menos um processador com um mínimo de 1 GHz, pelo menos 2 GB de memória RAM e 16GB de espaço no seu disco rígido.

Sim, isso pode parece uma linguagem completamente estranha para muitas pessoas. Se você não consegue perceber o que tudo isso significa, tenta baixar a ferramenta de instalação do Windows 7. Ela irá escanear o seu computador e fornecer um relatório sobre potenciais problemas e oferecer maneiras de resolver.

Será que vale a pena fazer o upgrade para o Windows 7?

Isso depende no seu orçamento e como você usa o seu computador. O software irá custar-lhe diferentes preços em função da versão que você deseje adquirir. Se você está passando por um período de finanças apertadas e os seus Windows Vista ou XP correm normalmente, então não tenha pressa.

Entretanto, esteja ciente que o Windows Vista é um software com 8 anos, provavelmente muitos aplicativos não mais funcionarão nele. Um sistema operativo mais recente também oferece mais segurança contra ataques de hackers. De resto, você terá que fazer upgrade, cedo ou tarde.

Qual versão do Windows 7 devo comprar?

Os usuários casuais de computador provavelmente ficarão satisfeitos com a versão Home Premium, que além de incluir as ferramentas mais básicas que você precisa, é o mais barato. Entre as ferramentas do Home Premium encontramos, o Home Group, que facilita que você partilhe música, vídeo e documentos entre computadores correndo com o Windows 7 na sua casa.

Os donos de pequenos negócio e pessoas que trabalham em casa com o seu computador devem optar pela versão Profissional (Professional), que incluiu todas ferramentas do Home Premium e permite salvar todos seus dados em um disco rígido a ele ligado em rede.

Se você guarda segredos de companhias ou trabalha para a CIA, você precisará da versão Ultimate. é a mais cara, inclui naturalmente todas ferramentas das outras duas versões e vem ainda com um BitLocker, que evita que os seus arquivos sejam acessados em caso de seu computador ter sido roubado.

Como instalar o Windows 7?

Se você estiver a fazer o upgrade a partir do Vista, então é suposto que seja bastante fácil. Insira o disco, e é tudo; o computador fará o resto. "é o mais fácil upgrade que eu já vi," disse J. Peter Bruzzese, que escreve sobre tecnologia para o jornal InfoWorld.

O upgrade do Windows XP é mais complicado. Os usuários precisaram salvar os seus arquivos, formatar o seu disco rígido, instalar o Windows 7 e reinstalar os navegadores, reimportar as suas páginas favoritas e por aí em diante. A Microsoft tem uma ferramenta chamada Easy Tranfer (Transferir Fácil) que usa um cabo de memória USB para ajudá-lo a transferir os seus arquivos e configurações.

E se eu precisar de ajuda?

Se você não tiver um parente ou amigo que seja perito em computadores, tenta o serviço de ajudas online que a Microsoft instalou para o Windows 7 - ver no site da Microsoft.

Os meus antigos programas do XP funcionarão no Windows 7?

Muito provavelmente sim. Depois das reclamações sobre os problemas de compatibilidade do Windows Vista, a Microsoft está introduzindo algo chamado Modo XP, que basicamente cria um sistema operativo XP virtual ou sombra correndo dentro do Windows 7.

Enquanto o Modo XP está funcionando no seu computador com Windows 7, ele "engana" os seus antigos programas, fazendo-os pensar que estão dentro de um sistema operativo XP.

Será que o Windows 7 tem algum novo detalhes interessantes

Uma ferramenta chamada Library (Biblioteca) permite que você junte arquivos - documentos, fotos e vídeos - de diferentes lugares e agrupe-os em uma nova pasta em função do seu tópico, como por exemplo "casa de praia", "Avô Miranda".

Finalmente, o Windows 7 precisa de menos poder de processamento comparativamente às anteriores versões do Windows, o que significa que, teoricamente, você deve ser capaz de trabalhar mais rápido e em mais janelas ao mesmo tempo. Em outras palavras, o Windows 7 foi construído para o ocupado estilo da vida moderna, em que tempo é dinheiro e trabalho é diversidade.

* Artigo da International Business Times

Informação é poder! Todo poder à vocês!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Windows 7 chega dia 22 de outubro de 2009

Meus caros leitores

Desde os anos 80 a microsoft desenvolve seus programas adotando alguns passos padrão e sempre disponibiliza versões BETA (teste) para que profissionais da área de TI, e amantes - mesmo - de tecnologia em geral, possam analisar os sistemas em suas realidades, oferecendo retorno à empresa Microsoft, para que esta possa aparar as arestas necessárias. A partir dos intensos testes que venho fazendo com este "novo" sistema, é possível afirmar que a surpresa será geral quando as pessoas começarem a substituir o windows Vista por Windows7. Antecipo-lhes algumas poucas informações, torcendo que sejam felizes com o novo produto.


Windows 7 chega neste dia 22 ao mercado

A sétima versão do sistema operacional da Microsoft vem cheia de expectativa e curiosidades. O Windows 7, que terá seu lançamento na próxima quinta-feira (22), pretende ser uma atualização mais simples e focalizada para a linha, compatível a aplicações e hardwares diversos. O programa promete ainda ter plena compatibilidade com drives e aplicações. A tática da companhia quebra o padrão dos sistemas operacionais anteriores: programas que funcionavam perfeitamente no Windows XP não tiveram uma grande eficiência no Vista, principalmente na época do lançamento do software.

Recursos

A interface aprimorada, com barra de tarefas redesenhada, suporte para telas sensíveis ao toque (inclusive múltiplo) e mecanismo de busca interna refeito são alguns dos recursos que prometem atrair os consumidores. A ferramenta possui ainda um novo menu "Iniciar", comando de voz em inglês, suporte nativo ao Blu-Ray e ao finado HD-DVD (desde que o computador possua leitores específicos para cada formato), novos papéis de parede, temas e ícones, conceito de bibliotecas integrado ao Windows Explorer, UAC personalizável (central de infraestrutura de tecnologia e segurança), Windows Media Player 12, arquitetura modular e melhor desempenho. O sistema ainda conta com o Windows XP Mode – o internauta consegue virtualizar o XP em modo de compatibilidade para poder rodar programas antigos.
Contudo, o sistema operacional também removeu certos recursos. O miniplayer do Windows Media Player, o cliente de e-mail padrão e navegador de internet no menu Iniciar, a capacidade de desabilitar o agrupamento dos botões similares na barra de tarefas não são mais ferramentas que o usuário possui ao utilizar o novo software.
As seis versões do Windows 7 serão vendidas em breve, mas nem todas chegarão às lojas brasileiras. A Starter Edition (para netbooks) e a Enterprise (para corporações) não serão vendidas nas redes de informática e do varejo em geral. A mais barata das versões é a Home Basic, que deve custar R$ 329. Essa versão é indicada para PCs com acesso à internet e recursos básicos. Já a edição Home Premium é indicada para todo o tipo de consumidor e será vendida por R$ 399.
A versão Professional traz recursos de conectividade e ferramentas de segurança e backup, custando R$ 629. A mais cara é a Ultimate, que sairá R$ 669, e engloba todos os recursos de todas as outras versões do sistema operacional.


Informação é poder!

Reportagem de InfoExame. Muito importante!

SÃO PAULO - A Microsoft decidiu distribuir o Windows 7 em pelo menos seis versões, seguindo o modelo já adotado com o Windows Vista.

Apesar das reclamações de parte dos usuários do Windows, que acha muito difícil entender o que inclui e o que não existe em cada versão do Vista, a Microsoft decidiu repetir o modelo comercial com a próxima versão de seu sistema operacional.

O diretor para Windows 7, Mike Ybarra, declarou nesta terça (3) que a companhia vai oferecer seis versões do novo Windows a partir do início de 2010. Segundo Ybarra, um produto com um bilhão de usuários espalhados pelo mundo não pode ter um formato único.

O próprio Ybarra afirmou, no entanto, que a companhia focará seus esforços na comercialização de suas versões principais, a Home Premium e a Professional, que sozinhas devem responder por 70% das vendas do novo Windows.

As outras 4 versões buscarão nichos menores. O Windows 7 Starter e Home Basic, por exemplo, são desenhos do Windows 7 projetados para vendas em países emergentes, onde não seria possível cobrar os preços de uma cópia “completa” do sistema operacional.

Ao contrário do que ocorreu com o Vista, as versões Starter e Home Basic só serão oferecidas em países emergentes, como as nações da América Latina, Ásia e África. Uma quinta versão, a Ultimate, terá características especiais de segurança, como aplicações de criptografia embarcadas.

A sexta versão é uma modificação do Windows 7 que o torna menos exigente do ponto de Vista de configurações de hardware para rodar. A ideia da companhia é poder embarcar seu novo sistema operacional nos netbooks.

Atualmente, o Vista não possui versão para netbook e, quando saem de fábrica com o Windows, estes computadores ultraportáteis rodam uma versão do Windows XP.

Upgrade e Downgrade

Uma outra novidade anunciada pela Microsoft é a maior facilidade para downgrade e upgrade entre as diferentes versões. A companhia analisa que há muitos casos de um usuário que detém uma versão corporativa do Vista, por exemplo, e desejaria ter o Windows Media Center.

Para evitar que este problema se repita com o Windows 7, a Microsoft promete facilitar a instalação de pacotes com características de diferentes versões nos PCs dos usuários que assim quiserem.

***************************************

Informação é poder!

Folga off-line garantida?

Fonte:  http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/tf_carreira/2017/09/10/tf_carreira_interna,624717/folga-off-line-garan...